Sorologia e imunologia

O exame de sorologia e imunologia consiste na análise do soro sanguíneo e dos anticorpos, respectivamente, para diagnóstico de doenças infecciosas, a partir da resposta de antígenos que são respostas aos microrganismos.

Os anticorpos nada mais são do que proteínas, chamadas de imunoglobulinas, que protegem as pessoas contra a invasão de agentes infecciosos, incluindo vírus, bactérias, bem como substâncias químicas e toxinas.

Cada anticorpo produzido no organismo é único e a estrutura específica é o antígeno. Assim, os anticorpos se ligam aos antígenos, criando complexos imunes.

No primeiro momento em que alguém é exposto a uma infecção, o sistema imunológico produz os anticorpos conhecidos como IgM. Depois, ocorre a produção dos IgG, pois o corpo se “lembra” da doença e mantém um pequeno estoque de anticorpos, quando o indivíduo for exposto novamente ao microrganismo.

Dessa forma, é possível identificar a presença de várias doenças infecciosas, visto que o teste analisa a presença das imunoglobulinas presentes no sangue.

orientações ao paciente

Orientações

O exame de sorologia e imunologia é feito com a coleta da amostra de sangue. Recomenda-se ficar em jejum por, pelo menos, 4 horas e evitar o consumo de bebidas alcoólicas por até 48 horas.

Caso o paciente tome algum medicamento, é preciso informar ao laboratório. O mesmo vale para grávidas, lactantes e pacientes com doenças crônicas.

Como é feito?

A amostra de sangue é levada para análise clínica, onde ocorre a separação das células sanguíneas do soro. Depois, o profissional qualificado avalia a presença de antígenos ou anticorpos suspeitos, principalmente do IgM e do IgG.

Caso o exame ateste positivo para IgG, quer dizer que o paciente já está na fase crônica, ou teve contato com a doença em algum momento da vida. Afinal de contas, esses anticorpos funcionam como uma espécie de proteção para o corpo, no caso do contato com o microrganismo.

Quanto o IgG e o IgM atestam negativo, quer dizer que o paciente nunca teve contato com o agente infeccioso, nem por meio de vacina.

O teste é feito após a coleta de amostras de sangue, soro ou plasma, que passa por análise clínica através de técnicas de imunofluorescência, imunocromatografia, enzimaimunoensaio e quimioluminescência.

O exame de sorologia e imunologia deve ser feito por um profissional qualificado e habilitado, seguindo todos os protocolos de controle, segurança e rastreabilidade dos órgãos de saúde oficiais.  

Para que serve?

O exame de sorologia e imunologia é frequentemente requisitado para detectar se o organismo já teve contato com alguns agentes infecciosos, incluindo:

  • o vírus HIV;
  • o vírus da dengue;
  • o vírus da raiva;
  • o vírus da herpes;
  • os protozoários da leishmaniose,
  • os protozoários da toxoplasmose.

Os exames imunológicos por meio do soro também podem ser usados para diagnóstico de doenças autoimunes (como a doença celíaca, que causa intolerância ao glúten) e para deficiências imunológicas (como a doença de Bruton).

Atualmente, o exame de sorologia e imunologia é usado para detectar a Covid-19, a partir da presença de anticorpos produzidos pelo organismo após a exposição ao novo coronavírus.

Para detectar a Covid-19, o exame é feito com a coleta de amostra do sangue venoso e só deve ser realizado a partir do 14.º dia de início dos sintomas ou suspeita da exposição. Isso porque o corpo leva alguns dias para produzir os anticorpos detectáveis durante o teste.

Por esse motivo, o exame sorológico da Covid-19 não é um confirmatório da infecção, mas sim, deve ser feito em pessoas que suspeitam de ter entrado em contato com o novo coronavírus. 

Os resultados dos exames devem ser avaliados por um médico especializado, que dará o diagnóstico e as possíveis recomendações para tratamento. Porém, os valores de referência são:

  • IgG negativo e IgM negativo: o paciente nunca entrou em contato com o agente causador da doença, nem mesmo foi vacinado contra.
  • IgG negativo e IgM positivo: o paciente apresenta infecção aguda da doença, em torno de alguns dias.
  • IgG positivo e IgM negativo: o paciente tem uma infecção antiga, ou já foi vacinado contra a doença, com sucesso na produção de anticorpos.
  • IgG positivo e IgM positivo: o paciente tem uma infecção recente, em torno de semanas ou meses.

Quer saber mais sobre o exame de sorologia e imunologia? Entre em contato para agendar o seu teste no Laboratório Marcos Donadon!

Telefone: (69) 3229-6917

Whatsapp:  (69) 98501-1938

Rua Joaquim nabuco, 2105 - Centro 76804-340 - Porto Velho - RO

Exames relacionados

Veja também outros exames relacionados com Sorologia e imunologia.

Assine a Newsletter

    (69) 3229-6917

    Rua Joaquim nabuco, 2105 - Centro 76804-340 - Porto Velho - RO

    Ver no mapa

    Jussara Isa Braga Pacheco
    Responsável técnico
    CRBM: 2417

    Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

    Termos e serviços