BETA HCG: saiba quando realizar e como entender os resultados

O exame de BETA HCG é popularmente conhecido como o “teste diagnóstico de gravidez”, sendo usado para determinar se uma pessoa está realmente grávida.

Normalmente, os exames de farmácia, que se baseiam em substâncias da urina, são usados nessa descoberta, mas são as análises sanguíneas as mais recomendadas para resultados confiáveis.

No artigo de hoje, conheça mais sobre o BETA HCG, saiba como realizar o exame e como entender os resultados do diagnóstico. Acompanhe a leitura!

O que é o BETA HCG?

BETA HCG é a sigla referente ao hormônio gonadotrofina coriônica humana, sendo uma substância comumente produzida pelo embrião. Por conta disso, a quantificação da quantidade de BhCG é fundamental para comprovar a gravidez.

Embora esse hormônio possa ser produzido por outras células do organismo, essa situação é bastante excepcional. Na maioria das vezes, quando há níveis elevados de BETA HCG no sangue, é um indicativo de gestação.

Como o BETA HCG é produzido?

O BETA HCG é um dos hormônios mais importantes para o desenvolvimento do embrião, sendo produzido pelo trofoblasto, um grupo de células que dá origem à placenta.

Em geral, a liberação da substância já ocorre após 6 dias da fecundação do óvulo pelo espermatozoide, quando o embrião aloca-se na parede do útero. Depois desse período, o hormônio é detectável pelo sangue, sendo possível a realização de exames de gravidez – ou o chamado exame Beta HCG quantitativo.

Quanto mais o embrião se envolve, mais hormônio é liberado na corrente sanguínea. Dessa forma, além de detectar ou não a gravidez, o teste de BETA HCG também é usado para avaliar se está tudo certo com o feto, uma vez que a dosagem hiper elevada pode ser sintoma de alguma alteração (inviabilidade fetal ou gravidez ectópica).

Como entender o exame de BETA HCG?

A recomendação é que o exame de BETA HCG seja feito quando há, no mínimo, 10 dias de atraso menstrual. Isso evita falsos resultados, já que o óvulo fecundado pode demorar alguns dias para chegar no útero.

Se o teste for realizado antes, é possível que o resultado seja um falso-negativo. Isso quer dizer que a gravidez pode existir, mas essa informação não apareceu no exame, pois o organismo ainda não produziu a quantidade de hormônio suficiente.

Com o passar dos dias, há uma elevação na quantidade de BETA HCG. Sendo assim, os valores detectáveis podem mostrar:

  • não grávidas ou com menos de 3 semanas: menor que 5 mlU/ml;

  • mais de 3 semanas de gravidez: entre 5 a 50 mlU/ml;

  • de 4 a 5 semanas de gravidez: entre 5 a 426 mlU/ml;

  • de 5 a 6 semanas de gravidez: entre 18 a 56.500 mlU/ml;

  • de 7 a 8 semanas de gravidez: entre 7.650 e 229.000 mlU/ml.

Vale dizer que os valores mencionados acima são apenas a título de orientação. É possível observar níveis diferentes, dependendo de cada organismo. Portanto, se o seu exame de BETA HCG está com algum valor diferente, não se apavore.

O ideal é procurar um ginecologista para avaliar a dosagem exata do hormônio, além de realizar outros exames complementares, como ultrassom.

Se a intenção é saber realmente se você está ou não com uma gestação em andamento, os valores de referência normalmente são:

  • níveis abaixo de 5 mlU/ml: negativo;

  • entre 5 e 25 mlU/ml: resultado inconclusivo (pode requisitar um novo exame);

  • acima de 25 mlU/ml: resultado positivo.

Caso você tenha realizado o exame muito cedo (antes dos 10 dias após a fecundação), é possível que o resultado seja inconclusivo. Portanto, atente-se aos sintomas que podem indicar uma gravidez em curso.

Qual a diferença entre o BETA HCG quantitativo e o qualitativo?

Como o próprio nome sugere, o exame de BETA HCG quantitativo serve para avaliar a quantidade de hormônio presente no sangue, sendo possível identificar a concentração da substância e, desse modo, ter informações sobre as semanas de gravidez.

Já o exame BETA HCG qualitativo é o popular teste de farmácia, pois ele não avalia a concentração do hormônio, somente a presença ou não da substância na urina.

Por esse motivo, para não ter nenhuma referência falsa, o ideal é realizar o exame sanguíneo, que é muito mais confiável e preciso.

Quer saber mais sobre o exame de BETA HCG e como realizá-lo? Siga-nos no Instagram e Facebook para conhecer mais sobre os serviços do Laboratório Marcos Donadon!

Publicado por: Laboratório Marcons Donadon
Laboratório Marcos Donadon, oferece um ambiente inovador e sofisticado de última geração. O foco é oferecer um tratamento humanizado e completo aos pacientes de todas as idades,com valores mais acessíveis para população.
Não achou o que procurava? Busque aqui!
Nenhum item encontrado.
Posts populares

BETA HCG: saiba quando realizar e como entender os resultados

Quais alimentos são bons para quem tem colesterol alto

O que preciso para realizar o exame de DNA

Dicas para manter a saúde da família

Assine a Newsletter

    (69) 3229-6917

    Rua Joaquim nabuco, 2105 - Centro 76804-340 - Porto Velho - RO

    Ver no mapa

    Jussara Isa Braga Pacheco
    Responsável técnico
    CRBM: 2417

    Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

    Termos e serviços